Suécia desativa quatro presídios por falta de prisioneiros

Depois de adotar políticas liberais baseadas na reabilitação de prisioneiros e em penas mais brandas para pequenos crimes e prisões relacionadas às drogas, a Suécia reduziu em 6% o número de prisões de 2011 para 2012. Estudos sugerem que a média será mantida em 2013 e nos próximos meses.

Håkan Dahlström/ Flickr

Brasil tem uma das maiores populações carcerárias do mundo

A redução fez com que as cidades de Åby, Håja, Båtshagen e Kristianstad desativassem seus presídios.

Outra política de drogas

Desde 2011, a corte suprema da Suécia decidiu reduzir as penas relacionadas às drogas.

Entre 2004 e 2012, a população carcerária sueca tinha 36% dos presos por crimes relacionados a roubos, 25% à drogas e 12% por crimes violentos. Com uma população de 9,5 milhões de pessoas, o país tinha 5.722 presos em 2004. Em 2012, o número foi reduzido para 4.852.

Brasil

De acordo com o International Centre of Prison Studies, os países com as maiores populações carcerárias são E.U.A, China, Russia, Brasil e Índia.

No Brasil, são 548,000 cidadãos encontram-se presos, o que corresponde a 274 pessoas a cada 100 mil habitantes.

Com informações do The Guardian.
T
radução: Catraca Livre.